segunda-feira, 11 de novembro de 2013

OUTONO NA ESTRELA (MAIS PARA VER DO QUE PARA CONTAR)

A "voltinha" que era para ser pelo Douro Vinhateiro e que afinal aconteceu pela Serra da Estrela.
A inserção de uma foto da edição do ano passado pelo Pedro Quelhas na minha página pessoal do Facebook foi quanto bastou para alterar o programa do passado domingo (10 de Novembro).
E como o Carlos Russo nunca recusa uma boa volta pela Serra aí vão eles de encontro ao pessoal da Guarda e de Castelo Branco, mentores desta voltinha outonal, que já vai na sua 4.ª edição.
 Esta é daquelas "voltinhas" que tem mais para ver do que para contar!
Passariam uns 15 minutos das 9,00 horas quando deixámos Manteigas para trás. 
Nem deu para aquecer. Foi logo a matar, que é como quem diz a empinar e a bem empinar. Mas como o que tem que ser ... tem que ser, não houve outro remédio que não dar ao pedal!
De Manteigas, até ao Mondeguinho, com passagem pela Cruz das Jugadas e Pousada de S. Lourenço foi transpirar a bem transpirar, pois serão cerca de 18 Km a trepar e a bem trepar. Mas valeu bem a pena pois a paisagem apresentou-se-nos sempre sublime e cheia de tons quentes, tão próprios da época. 
Logo após o Mondeguinho paragem obrigatória no "Ti Branquinho" para ingestão\degustação das famosas "sandochas" da D. Judite, que já estavam à nossa espera mercê de prévia requisição feita pelo Pedro Quelhas e onde nos devemos ter "perdido" por cerca de 45 minutos 
De facto o tamanho destas "Sanduiches" chega a intimidar alguns "estreantes"!
 Aqui é sempre a algazarra do costume. Puro e são convívio.
Depois de bem comidos e melhor hidratados seguimos em direcção ao Malhão, marco geodésico da Santinha e Portela de Folgosinho onde tomámos a primeira dose de adrenalina do dia, através de prolongada descida até acertarmos como um muito recente estradão, de betuminoso, que se haveria de prolongar até à Srª de Assedasse\Casais de Folgosinho, bem junto ao rio Mondego, onde fizemos uma muito breve paragem para reposição de sólidos e líquidos, acabando também por tropeçar numa "cache" muito bem dissimulada em pequena gaiola\ninho pendurada num dos plátanos envolventes à capela. O mais complicado foi abri-la!
Novamente em sentido ascendente até à Azinha, de onde se tem uma vista simplesmente deslumbrante sobre Manteigas e o vale do Zêzere. Imperdivel!
 Da Azinha até ao Fragusto foi um foguete. Pura adrenalina. E que dizer da descida que se seguiu ao Fragusto e nos haveria de levar até bem perto do Skiparque, Sameiro. Cerca de 8 km, feitos nos limites e onde se atingiram velocidades proibitivas.
Após o Skiparque, progredimos por ambas as margens do Zêzere, que atravessámos sem molhar o pezinho, seguindo por fim pela sua margem direita, por trilho algo exigente em termos físicos e onde percorremos, quando a mim, a parte mais interessante de todo o percurso, pois foi aqui que de forma muito intensa sentimos o que é o Outono na Serra da Estrela. 
O dia terminou numa "tasca" na pequena aldeia de Vale de Amoreira onde experimentámos uns peixinhos de água doce que se apresentaram divinais.
Melhor do que as palavra só mesmo as imagens, que vos deixo.
P.S. - E não se esqueçam: No próximo Domingo às 12,30 horas em casa do Pedro Quelhas!


(Em Manteigas, sobre o Zêzere - foto de Agnelo Quelhas)


 (Em direcção à Cruz das Jugadas)

 (Manteigas - Foto de Agnelo Quelhas)


(P/ trás ficava o Mondego e a capela da Srª de Assedasse - Foto de Agnelo Quelhas)


(Foto de Agnelo Quelhas)


 (Mondeguinho - Foto de Agnelo Quelhas)


(No "Ti Branquinho" - Foto de Agnelo Quelhas)


(Na zona do Mondeguinho - Foto Agnelo Quelhas)


(Em direcção ao Malhão - Foto de Agnelo Quelhas)


(Em direcção à Portela de Folgosinho)


(Foto de Agnelo Quelhas)


(Chegando ao Malhão - Foto de Agnelo Quelhas)


(Mais uma preciosidade do Agnelo Quelhas)


(Foto de Agnelo Quelhas)


(Srª de Assedasse, Casais de Folgosinho - Foto de Agnelo Quelhas)


(Srª Assedasse)


(Rio Mondego)


(Na Azinha, de onde se obtém vista privilegiada sobre o vale do Zêzere)


(Descida algo intimidante para alguns! - Foto de Agnelo Quelhas))


(Foto de Agnelo Quelhas)


(Foto de Agnelo Quelhas)


(Foto de Agnelo Quelhas)


(Atravessando o Zêzere, nas proximidades de Manteigas)


(Pormenor da ementa - Foto Agnelo Quelhas)


Vídeo elaborado pelo Agnelo Quelhas



Resumo do Dia:

Distancia percorrida: +/- 56 Km
Velocidade média: 12,00 Km/h
Acumulado positivo: 1793 m
Acumulado negativo: 1742 m


Gráfico de altimetria:

















Nota: Podem visualizar ou descarregar o TRACK do percurso aqui

Sem comentários:

Enviar um comentário